Com o incentivo do Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), Desembargador Gesivaldo Britto, mais uma edição do Projeto Pai Presente acontece na última sexta-feira (23, no interior do Estado. Desta vez, a contemplada foi a Comarca de Santa Cruz Cabrália, localizada na Costa do Descobrimento, a 755 quilômetros da capital baiana.

O Mutirão teve inicio ás 8h, no Salão do Júri do Fórum, com um pronunciamento da Juíza Tarcísia de Oliveira Fonseca Elias, Coordenadora do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc, e de Maxsuel Ribeiro, Coordenador Assistente do Cejusc. Na ocasião, a Magistrada explicou aos presentes os procedimentos inerentes ao Projeto.
 
Em seguida, às 8h40, as audiências de investigação e reconhecimento de paternidade teve início.
O evento contou com a participação direta da Faculdade Unesulbahia através dos alunos do curso de direito supervisionado pelo coordenador do curso drº Jeferson Celos bem como os alunos do curso de enfermagem supervisionados pela professora maria cristina soares.

Coordenado pela Assessoria Especial da Presidência para Assuntos Institucionais, que tem à frente a Juíza Rita Ramos, o Pai Presente consiste em um projeto de reconhecimento de paternidade do TJBA. É direcionado aos pais que desejem realizar o reconhecimento espontâneo tardio da paternidade após o registro da criança apenas pela mãe, ou aos responsáveis que tiverem dúvida quanto à paternidade e desejem realizar exame de DNA.

Realização: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, Comarca de Santa Cruz Cabrália,
Centro Judiciário de Solução Concensual de Conflios – CEJUSC, Prefeitura de Santa Cruz Cabrália.


Apoio: Ministério Público do Estado da Bahia; OAB-Subseção Porto Seguro; Prefeitura Municipal de Santa Cruz Cabralia; Faculdade do Extremo Sul da Bahia – Unesulbahia.

Patrocínio: Bahia Prémoldados, Super Mercado Aldeia.