Santo André (BA), 11 de agosto: Jardins comestíveis, agricultura sintrópica e bioconstrução são palavras que a diretora da agência de projetos sustentáveis MAPS, Carla Mott Ancona, quer ouvir com mais frequência na boca dos moradores da vila de Santo André, no município de Santa Cruz Cabrália (BA).
 
Com a perspectiva de retomada gradual das atividades à medida que aumenta o número de vacinados contra a covid-19 no país, ela já deu início à mobilização de pessoas e coletivos interessados em pror práticas sustentáveis que tragam benefícios diretos à pequena comunidade de Santo André, com cerca de 800 habitantes, para que eles ganhem mais autonomia no enfrentamento de situações extremas como as criadas pela pandemia, que prejudicou o turismo, a principal atividade econômica da região.
Carla Ancona organizadora do fórum 
     
Ancona faz parte de um movimento que reúne grupos distintos que trabalham pela regeneração da natureza — que iniciou na agricultura e agora avança para outras áreas como do turismo e dos negócios — e a inclusão e desenvolvimento da população local como uma das principais beneficiadas desse processo. Uma das oficinas que estão previstas, respeitando-se as normas de segurança na pandemia, por exemplo, é ensinar a gestão de resíduos e o plantio de alimentos orgânicos para consumo familiar ou geração de renda extra aos moradores.
 
 
“As técnicas sustentáveis vêm se desenvolvendo e se atualizando de uma forma muito rápida. Aliadas à utilização consciente e respeitosa de nossos recursos naturais, podem gerar grandes transformações em comunidades menores que ainda mantêm suas características originais”, diz Ancona, que se mudou para a vila de Santo André para abrir o Projeto Colmeia neste ano, depois de trabalhar vários anos no turismo convencional.
 
Ela quer que a vila de Santo André, que está inserida da APA Santo Antônio, torne-se um exemplo de práticas regenerativas e de turismo regenerativo no litoral sul da Bahia, principalmente porque a vila é favorecida pelo sossego das praias desertas, acesso limitado pela balsa que cruza o rio João de Tiba e a distância de 24 km até o aeroporto em Porto Seguro — e não ser lembrada apenas como a sede no Brasil escolhida pela seleção alemã na Copa do Mundo de 2014.
 
Quem quiser conhecer as ações regenerativas que estão mudando o Brasil pode participar do evento online organizado por Ancona, a MAPS Fórum 2021, que será transmitido nos dias 14, 15 e 16 de setembro pelos canais digitais da MAPS, das 19h às 21h15. Com o nome de RegenerAÇÃO JÁ! Um Passo além da Sustentabilidade”, serão três blocos com a participação de pesquisadores, líderes comunitários, gestores de organizações do terceiro setor, além do ativista Ailton Krenak; da monja Waho, da presidente da Microsoft do Brasil, Tânia Cosentino, e do fundador do Cepeas (Centro de Pesquisa em Agricultura Sintrópica), José Rebello, que acompanhou de perto o suíço Ernst Götsch, referência na agricultura sintrópica no Brasil. Eles vão compartilhar histórias, vivências, impressões e conhecimento de práticas regenerativas bem-sucedidas.
Para as ações socioambientais na vila de Santo André, a organização da MAPS Fórum 2021 está pedindo contribuições de R$ 50,00 que podem ser parceladas em 12 vezes na plataforma Sympla neste link.
 
PROGRAMAÇÃO MAPS FÓRUM 2021
 
Interser - Dia 14/09 (terça), 19h às 19h45 - WEBINAR
Ailton Krenak - ativista socioambiental, escritor e filósofo da etnia indígena krenak
 
20h às 21h15 – PAINEL
 
Monja Waho - Ordem Sotozen do Japão (zen budista) e Sala Therigatha de zazen
 
Walter Steenbock - engenheiro agrônomo, autor de “Agroflorestando o mundo do facão ao trator”)
Emmanuel Khodja - coordenador da Gaia Education Brasil, que incentiva a sustentabilidade pela educação / Ecovila Terra Una – RJ
 
Comunidades e empresas que regeneram - Dia 15/09 - (quarta), 19h às 19h45 – WEBINAR
 
Tânia Cosentino - presidente da Microsoft Brasil
20h às 21h15 - PAINEL
Lia Andrade de Souza - líder na comunidade vila Nova Esperança, bairro modelo de sustentabilidade – SP
 
Fabio Beneduce - coordenador do Instituto Tecnólogico Vocacional
Avançado, que aplica metodologia inovadora de ensino e aprendizado – CE
 
Rodrigo Cunha - autor de “Humanos de Negócios” e TEDxSpeaker – SP
 
 
Regeneração Já - Dia 15/09, (quinta) 19h às 19h45 – WEBINAR
 
Mediação do antropólogo e permacultor Bento Cruz
José Rebello - coautor de “Agricultura Sintrópica segundo Ernst Götsch” e fundador do Cepeas (agricultura sintrópica para pequenos e grandesprodutores) – GO
 
20h às 21h15 – PAINEL
 
Mediação da jornalista Lea Penteado - vice-presidente do Conselho de Turismo de Santa Cruz Cabrália
Carla Mott Ancona - diretora da MAPS / Projeto Colmeia (turismo
regenerativo) – BA
 
Jean-Philippe Marelli - Projeto Arimugue (agricultores que prom a agroecologia na vila de Santo André) – BA
 
Jânio Alcântara - Amasa (Associação de Moradores Amigos de Santo André) – BA
 
A MAPS acredita que a atividade humana deve andar de mãos dadas com a natureza para salvaguardar as condições de vida no planeta. Para isso, empresas e instituições necessitam de consultoria especializada para implementações de processos que aliem ganhos a práticas sustentáveis e regenerativas. A agência de projetos e design em sustentabilidade trabalha seguindo os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU) e realiza cursos e treinamentos de capacitação, emite certificações, incentiva o turismo regenerativo e pro ações socioambientais em comunidades no sul da Bahia.
 
Para atendimento à imprensa, entre em contato pelo e-mail imprensamaps@gmail.com