O ex-candidato a prefeito não eleito de Cabrália, Bahiano (PROS), foi condenado na terça-feira pela Justiça Eleitoral a pagar uma multa de R$ 80 mil após ter divulgado, na eleição de 2020, uma pesquisa eleitoral falsa. A ação foi movida pela coligação AVANTE CABRÁLIA da campanha de Agnelo Santos (PSD).