O PSL baiano está com o diretório na Bahia suspenso devido à falta de prestação de contas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA). A informação é da coluna Satélite, do jornal Correio.

Comandado pela deada federal Dayane Pimentel, a suspensão do PSL baiano implica na impossibilidade de movimentar ou receber verbas públicas do fundo partidário.

Ainda segundo a reportagem, se a situação não for regularizada até o dia 30 de junho, data em que a validade da direção provisória expira, a legenda pode ter o registro cancelado na Bahia pelo TRE.