Se os cinco primeiros jogos projetavam um péssimo início de campeonato para o Vitória, o rubro-negro tratou de mostrar suas garras e venceu o Sport Recife na Ilha do Retiro pelo placar de 3 a 1, seu segundo triunfo nos últimos três jogos, e deixou a zona de rebaixamento da Série A. Os gols foram marcados por Uilliam Correia, Kanu e André Lima. Diego Souza descontou para o Sport.

Com o resultado, o Leão agora ocupa a 16ª posição, com o mesmo número de pontos (8) que Atlético-PR e Sport, que estão na zona, por conta do saldo de gols.

Primeiro tempo – Com Kieza lesionado e André Lima sem ritmo de jogo, o técnico Gallo abriu mão do 4-3-3 que tem sido utilizado pelo Vitória na competição e escalou o time em um 4-4-2, com Yago na armação e sem um centroavante fixo.

Com a mobilidade de Neilton e David à frente, o time baiano se jogou ao ataque desde o começo do jogo e teve a primeira boa chance da partida logo aos 2 minutos. Após cruzamento da direita, a zaga do Sport rebateu e Gefersou fuzilou. A bola tirou tinta da trave direita de Magrão. Aos 4, veio a resposta do Sport. Diego Souza recebeu bom passe na linha de fundo e cruzou, mas a bola passou por todo mundo e assustou a zaga rubro-negra.

Nos dez minutos seguintes, as duas equipes, bem postadas no meio de campo, diminuíram um pouco o ritmo em busca de encaixar um último passe letal. E aos 16, na bola parada, o clube visitante foi recompensado.

Em cobrança de escanteio afastada pela zaga do Sport, Patric cabeceou para dentro da área, o zagueiro Ronaldo Alves furou bisonhamente e a bola sobrou para Kanu, que dividiu com Magrão e conseguiu o passe para Uillian Correia tocar para o gol aberto. Um a zero para o Vitória.

O Sport sentiu o gol sofrido e não conseguiu levar perigo à meta adversária. Aos 34, André teve boa chance após cortar Fernando Miguel, mas chutou muito fraco e a defesa cortou.

Como diz  o ditado, “Quem não faz, toma”, após a chance perdida pelo time pernambucano, uma verdadeira blitz culminou no segundo gol do Vitória na partida. Após intervenções milagrosas em chutes de Patric, aos 34, e Fred, aos 35, o goleiro Magrão nada pode fazer para impedir o gol de Kanu, de primeira, após nova cobrança de escanteio.

Com os dois gols de frente, o Leão de Salvador buscou ditar o ritmo da partida e manter a vantagem no placar até o intervalo, mas aos 45, no terceiro gol originado por corner no jogo, Diego Souza diminuiu para o Sport e levou o jogo para o intervalo com 2×1 no placar.

Gol lamentado pelo volante Uillian Correia na saída de campo: “Faltava um minuto, a gente conversou. Escanteio, bola parada, eles têm Durval, André. Os caras são fortes nessa bola. A gente desligou. Eles fizeram o gol e ganharam força para o segundo tempo”.

Segundo tempo – Na volta para a segunda etapa, animado pelo gol e pela torcida, o Sport tentou partir para cima. Logo aos 4 minutos, em mais um esquinado, o zagueiro Ronaldo Alves subiu sozinho e cabeceou para a defesa de Fernando Miguel.

Com a estratégia de atuar no contra-ataque, o Vitória teve boa chance de ampliar aos 12. Após jogada de velocidade entre Patric e Neílton, o lateral rubro-negro chegou chutando e viu a bola passar muito perto do gol de Magrão.

A grande chance do empate ocorreu aos 16. Em ótima jogada de Sander, o jogador do Sport achou Patrick dentro da área do oponente. O volante cruzou rasteiro para a chegada de André que, pressionado por Kanu, chutou para fora e perdeu uma excelente chance.

Melhor para o Vitória que fechou os espaços e procurou o momento certo para fechar o marcador. Momento que veio aos 33, quando, em boa jogada de Cleiton Xavier, André Lima recebeu o cruzamento do meia e só tocou para as redes. Jogadores do vermelho e preto de Recife reclamaram muito de impedimento no lance, mas o juiz validou a jogada.

A partir daí, coube ao Vitória diminuir o ritmo e não deixar espaços para os donos da casa avançarem. Ao final da partida, o 3 a 1 prevaleceu e o alívio de, enfim, deixar a zona de rebaixamento.

O Leão baiano volta a campo na próxima quarta-feira (21), no Barradão, para enfrentar o Santos, às 19h30, pela 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.