Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 28 de novembro, o empresário Azziz Ramos inscrito para falar sobre o Movimento Defesa de Cabrália, obteve do presidente cinco minutos para uso do seu pronunciamento.  A Câmara lotada com muito opositores ao seu assunto começaram a vaiar e dizer coisas relativas a sua pessoa, ai ficou difícil escutar seu pronunciamento.
O empresário protestava contra os últimos acontecimento na cidade que afastou o prefeito Agnelo Santos.
O presidente do Sindicato Bancário da região Carlos Eduardo, usou a tribuna com o intuito de esclarecer para a gestão municipal e a população sobre os desmontes dos bancos públicos, especialmente o risco de fechamento da agência da Caixa na cidade.
Disse que em agosto, após uma mobilização dos bancários em frente à Caixa, o banco recuou da proposta de fechamento para esse ano. Mas a luta continua para que o banco permaneça na cidade.
Ainda usaram a tribuna;  José Carlos da Purificação, o vereador Xêpa e o vereador Josué.
Confira abaixo a pauta da sessão: