Em final de duas equipes brasileiras, melhor para o Brasil 2 que contou com santista Maíra Izzo, capixabas Evando Rosindo e Alvaro Campanharo, mineiro Luiz Basile e paulista Carmem Ribas. Sábado terá torneio Aberto com chave de Duplas e Simples

Em um primeiro dia intenso com mais de oito horas de jogos o Brasil dominou o torneio por equipes do Profissional no Pan-Americano de Beach Tennis em Sta. Cruz Cabrália, no sul da Bahia, realizado nas areias da praia de Coroa Vermelha e do hotel Capitania. O torneio, que conta com 190 atletas de sete países, é organizado pela Brazil Super Sports com supervisão da Confederação Brasileira de Beach Tennis e chancela da IFBT, International Federation of Beach Tennis.

A final foi totalmente verde-e-amarela na praia da Coroa Vermelha com o time do Brasil 2 superando na final o time do Brasil 1. A equipe campeã superou o Chile 2 na semifinal após passar pela fase de Grupos e na decisão conseguiu uma virada. No jogo masculino o baiano de Cabrália, Matheus Giovannini e o carioca, mas que morou por 11 anos na cidade, Antonio Vollmer, venceram os capixabas Evandro Rosindo e Alvaro Campanharo por 9/6. A dupla feminina teve a carioca Nathália Costa, Rainha do Rio de Janeiro por quatro anos e radicada em Florianópolis, e a santista Maíra Izzo derrotando Thaís Schlobach, número 1 do ranking da CBBT, e a parceira Ana Maciel por 9/7. Na dupla mista Evandro e Natháli derrotaram o casal Schlobach e Mário Constanzi por 9/1. O time campeão contou ainda com o mineiro Luiz Basile que atuou nas mistas e Carmem Ribas que jogou a semifinal contra as chilenas ao lado de Nathy Costa.

A conquista tem um sabor especial para Nathy Costa que não jogava um torneio oficial desde dezembro do ano passado. Ela se mudou para a capital catarinense e estava jogando torneios menores em Santa Catarina: "Foi incrível, muito bom. Já voltar a jogar com essa responsabilidade do Pan-Americano, defender o Brasil, essa pressão, eu gosto de pressão, todos os jogos foram assim, joguei todas as partidas feminino e mistas. Experiência incrível, cansativo, mas valeu à pena, torcida dando a maior força garotada que compareceu torcendo pelo Brasil", disse: "Foram cerca de oito meses sem um torneio de grande porte, emagreci 15kg, fazendo muito físico, pilates com Mariana Novaes e Fernanda Ávila e Ana Lídia Borba me dando suporte físico e emocional, me apoiando nas minhas decisões junto com minha família, foi algo muito importante. Agora é descansar para ir com tudo no torneio Aberto", finalizou Nathy que neste sábado volta a jogar na Dupla Feminina com Maíra no torneio Aberto que vale pontos para o ranking mundial da IFBT e nacional CBBT e premiação total de R$ 6 mil (R$ 4 mil para os profissionais e R$ 2 mil para os amadores).

Evandro Rosindo, que atuou na dupla mista jogo que deu o troféu para o time, comemorou: "Foi muito legal, nosso primeiro grande título. Ser campeão Pan-Americano eu e o Álvaro é muito bom, representa um dos maiores títulos que nós temos como jogadores de Beach Tennis, estamos muito felizes e só nos motiva a nos preparar ainda mais para os próximos", apontou o capixaba que conquistou no início do ano a primeira etapa do Circuito Mineiro de Beach Tennis em Belo Horizonte.

Os jogos deste sábado largam às 8h com o torneio de Simples e Dupla Mista e seguem na parte da tarde com Duplas Masculina e Duplas Feminina com as primeiras rodadas com os campeões sendo definidos no domingo a partir das 9h.

O Pan-Americano tem 190 atletas dos Estados Unidos, México, Argentina, Chile, Venezuela e Bolívia.

O Pan-Americano de Beach Tennis e o Pan-Americano Open têm o apoio da Prefeitura Municipal de Sta. Cruz Cabrália, do Hotel Capitania, Hotel Sueds e Hotel Top Mais, da Smash, patrocínio da BLVS e organização e realização da Brasil Super Sports com supervisão e arbitragem da Confederação Brasileira de Beach Tennis e da IFBT.