A bancada do PMDB na Câmara decidiu, nesta terça-feira (11), fechar questão – ou seja, obrigar todos os seus membros a votarem da mesma maneira – para votar a favor do presidente Michel Temer (PMDB) na denúncia por corrupção passiva que tramita na Casa.

Segundo o colunista Gerson Camarotti, do G1 e da GloboNews, a proposta de fechar questão sobre o tema foi feita pelo líder da bancada, deado Baleia Rossi (SP). Após a decisão, o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), convocou para esta quarta (12), pela manhã, uma reunião da Executiva Nacional do partido para avalizar essa decisão.

Caso a questão seja referendada pelos dirigentes do PMDB, um deado que votar contra Temer em plenário poderá ser punido até mesmo com a expulsão da legenda. Na noite desta segunda-feira (10), a bancada do PSDB decidiu liberar os deados.