O ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, está se articulando com vistas a corrida presidencial. Wagner poderá ser testado junto a outros petistas em pesquisas futuras.

Mesmo que consiga que seu nome seja indicado pelo PT para disar a Presidência, Wagner não terá o apoio dos municípios da Costa do Descobrimento, localidades que ele deixou abandonadas durante oito anos do seu mandato.

As obras de Wagner foram discursos jogados ao vento. Obras reais mesmo, não aconteceram. Talvez, a falta de seu olhar atento para as questões sociais, criação de emprego, investimentos na cultura, no esporte e na segurança pública, tenham sido responsáveis pelo alto índice de criminalidade que atinge os municípios da Costa do Descobrimento.