polícia militar do 4º Pelotão de Itabela apreendeu na tarde desta sexta feira dia 07 de julho de 2017, no bairro pioneiro, em Itabela, um menor  identificado M.L.S de 16 anos, que confessou ter matado e enterrado o morador de coroa vermelha Joilson Almeida, vulgo “Jaja”, desaparecido a 10 dias.

A desaparecimento de Jajá  aconteceu no dia 27 de junho  de 2017 por volta das 3h da madrugada. O menor  que foi apreendido  na companhia de um outro menor, confessou ter matado a vitima e colocado em uma mala e  com a ajuda de seu irmão para levar o corpo da vitima até  o local que foi enterrado na areia da praia nas proximidade da casa da vitima, em Coroa Vermelha.

O menor contou que matou “Jajá” por que ele teria abusado sexualmente dele quando ainda era pequeno, ele conta que no dia do crime os dois estavam usando drogas e “Jajá” voltou a querer manter relação sexual com ele, ele não aceitou e acabaram brigando, em posse de uma arma branca ele desferiu vários golpes contra a vítima que morreu no local.

“Jajá” como era chamado, era uma pessoa muito antiga em Coroa Vermelha,ele está desaparecido desde terça feira 27/06. Desde então não se tem nenhuma informação do seu paradeiro,a polícia foi acionada e as busca iniciaram.

Segundo os  políciais militares, Fernando, Botam e Souza, o acusado foi encaminhado para a delegacia de Itabela e  entregue aos cuidados da polícia civil.  O menor será recanbiado para a delagacia de  Santa Cruz Cabrália,aonde a polícia vai fazer os procedimentos de identificação do local e exumação do corpo.O menor ficará a disposição da justiça.

A polícia trabalha com a hipótese de que o crime foi latrocínio, roubo seguido de morte. O menor  subtraiu da vítima, uma  moto, um notebook e um aparelho celular.  Logo que cometeu o crime o menor fugiu para a cidade de Itabela para casa de parentes que moram no bairro Paquetá.