Depois de um dia recheado com uma extensa programação, que se iniciou ás 5h com alvorada e ainda contou com procissão, missa campal, procissão fluvial, folguedos e uma mariscada gigante servida à população, o primeiro dia da Festa dos Pescadores, em Cabrália, ainda teve uma programação noturna que movimentou a cidade, com quadrilhas juninas, além de s com bandas reconhecidas nacionalmente e bandas locais. 
O trio de forró Xote Swingado abriu a noite com o tradicional forró pé de serra e com apresentação da quadrilha de Santo André com mais de 40 integrantes. Apresentações culturais com Samba de Roda de Santo André e Bicharada de Santo Antônio, deram o tom do que seria a noite.
O ponto alto da noite ficou por conta de Luiz Caldas, ícone do Axé nas décadas de 80 e 90, que realizou seu novo , dedicado a Luiz Gonzaga, tocando alguns dos maiores clássicos do forró, surpreendendo o público,  “Eu conheço o Luiz Caldas do axé. Já dancei  muito ouvindo suas músicas, mas não fazia ideia de que é tão bom cantando forró. É impossível ficar parada enquanto ele canta. Vou dançar até não aguentar mais”, disse Laura Ribeiro, turista de Londrina, no Paraná. 
Na segunda parte do , Luiz Caldas tocou algumas de suas canções mais famosas, como Tieta e Fricote, fazendo o público cantar junto e arrancando aplausos da multidão.
Quem fechou a noite foi a banda 100 Parêa, que tocou o forró tradicional e ainda trouxe o sertanejo e a vaquejada. Imprimindo um estilo próprio e empolgante, a banda sacudiu o público, que dançou até às 4h da manhã. “Sou nativa de Cabrália e cresci vindo ao porto para participar da Festa dos Pescadores, mas nunca tinha visto a festa tão linda e bem organizada como a deste ano. A gente sentia falta do apelo cultural da festa, que vinha se perdendo a cada ano, mas sentimos falta também da animação e das boas atrações. Desta vez, a prefeitura conseguiu reunir tudo isso numa festa só. Adorei a primeira noite e amanhã não perco isso aqui por nada”, disse Camila Alcântara, 29 anos. 
Para o prefeito Agnelo Santos, a idéia da festa é resgatar a autoestima da população. “Quando idealizamos este evento, pensamos em fazer algo diferente: pedi à Secretária de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, que realizasse a melhor Festa dos Pescadores que Cabrália já viu, mas que não deixasse de lado o resgate da tradição e da cultura do nosso povo. Depois de tudo o que vi hoje, não tenho dúvidas que acertamos em cheio”, finalizou o prefeito.
A festa prossegue neste sábado, com programação diurna a partir das 15h na praça da âncora, além de s com Fifó Aceso, Norberto Curvelo e bandas regionais, a partir das 21 horas.
 
O São Pedro de Cabrália é realizado pela prefeitura de Santa Cruz Cabrália, com patrocínio do Governo da Bahia, Bahiatursa, Governo Federal e Ministério do Turismo, além do apoio das entidades pesqueiras do município.