Se este ano a Copa Libertadores da América já está sendo disada de uma forma diferente, com mais equipes e maior duração, a partir de 2018 as mudanças podem ser ainda mais profundas. O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Dominguez, planeja que a decisão do torneio continental seja realizado em jogo único a partir do próximo ano. As informações são do site Globo Esporte. 

A expectativa é de que aconteça na Libertadores o mesmo que na Liga dos Campeões da Europa, com as sedes das finais sendo alternadas a cada ano. Uma das cidades que despontam como favoritas para receber a partida da final do ano que vem é o Rio de Janeiro. De acordo com o site, o prefeito do Rio, Marcelo Crivela, já ofereceu o Maracanã para a disa.

Outra cidade que já demonstrou interesse em receber uma possível decisão no novo formato foi Lima, capital do Peru. A decisão deve ser divulgada em dezembro e deve ser aprovada pelo Conselho da Conmebol e pela Comissão de Clubes.

Esse ano, a Libertadores já conta com mudanças. A fase pré-Libertadores passou a contar com 16 clubes. Já os confrontos das oitavas de final agora são definidos através de sorteio.

Outras mudanças foram a inclusão de equipes eliminadas na Libertadores na disa da Copa Sul-Americana, e a possibilidade de equipes de dois países poderem se enfrentar na final, caso não estejam na mesma semifinal. Antes, times do mesmo país eram obrigados a se enfrentar em uma eventual semi.