A Costa do Descobrimento é um dos destinos turísticos mais procurados do mundo: todos os anos, recebe mais de 1.000.000 de pessoas, vindas não apenas de todos os estados do Brasil, mas de todos os países do planeta. 
Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália são os principais polos desse turismo. Assim, a BR 367, que liga as duas cidades, tem um trânsito contínuo e intenso: são milhares de veículos, transportando milhares de pessoas; milhares de vidas colocadas em risco, diante das péssimas condições da rodovia.
E este não é um problema recente: desde 2011, ainda como deado federal, tenho trabalhado junto ao Ministério dos Transportes e ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), buscando uma solução para o descaso que existe com essa importante rodovia.
Em consequência dessa luta, recebi, no início de dezembro de 2015, correspondência do DNIT informando que estava em fase final o Projeto de Engenharia para a BR 367, com previsão de desvio do traçado daquele trecho, que deveria resolver de vez o problema, afastando a estrada da área atingida pela maré.
Na época, fiquei feliz, até divulguei a notícia em meu Facebook. Mas o tempo passou e nada mudou, já estamos em 2018 e a situação continua a mesma, como bem mostram as fotos que ilustram esta matéria: a cada dia, o mar está "comendo" o asfalto. Será que o DNIT está esperando que a estrada fique intransitável, prejudicando toda a economia das cidades, que sobrevivem do turismo, para vir a fazer os reparos necessários? 
Enquanto isto, a péssima situação da estrada continua colocando em risco a vida de todos que utilizam a BR: tanto os turistas, como os moradores de ambos os municípios. Até quando vamos ter que conviver com tanto descaso e tão pouca vergonha?!