Como cidadão e homem público, confesso a minha revolta com a falta de compromisso do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em relação à conservação das estradas federais (BR) em nosso estado!
Um bom exemplo desse descaso é a BR 367, no trecho que une Porto Seguro a Santa Cruz Cabrália: apesar do intenso tráfego ali registrado, em função do grande movimento turístico na região, há mais de 6 anos a estrada vem-se deteriorando gravemente, com novas crateras que surgem todos os anos, colocando em risco as vidas de todos que ali passam e prejudicando o turismo, maior fonte de renda de ambos os municípios.
Agora, o problema aumenta: desde dezembro, uma cratera enorme foi aberta na BR 101, no trecho entre Itamaraju e Itabela, onde milhares de veículos, inclusive caminhões, circulam todos os dias. Os motoristas e moradores da região estão preocupados com a cratera, segundo matéria publicada pela rede Globo.
Esta é uma situação que revolta e inquieta a todos, por colocar muitas vidas em risco. Ainda mais quando o Governo Federal, responsável pela conservação dessas estradas, libera tantos benefícios para deados federais, buscando a aprovação de projetos de seu interesse. 
Ou seja: não tem recursos para consertar estradas importantes, mas tem dinheiro para comprar votos de deados descompromissados com as questões públicas! Isto é um verdadeiro absurdo!!!