A força-tarefa de combate ao desmatamento na Mata Atlântica, articulada pela Secretaria do Meio Ambiente, iniciou as ações de fiscalização, em Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro e Belmonte, municípios onde foram sinalizadas as maiores áreas de desflorestamento pelo relatório da Fundação SOS Mata Atlântica.

A primeira ação de fiscalização aconteceu na quinta-feira (8), em cooperação pela Unidade Regional (UR) Extremo Sul do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Instituto Brasileiro Meio Ambiente Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santa Cruz Cabrália.

As áreas haviam sido previamente identificadas através de imagens de Satélite. Na ação, foram confirmados incêndios e conversão em pastagens. Foram identificados alguns dos proprietários e apreendida uma espingarda e uma motosserra.

A força-tarefa está realizando um trabalho de investigação para identificação dos responsáveis pelos danos ambientais, para autuações e procedimentos cabíveis. Todas as áreas apontadas pelo relatório serão averiguadas pelas equipes de fiscalização ambiental.