66ª reunião ordinária do Fórum Florestal do Extremo Sul da Bahia acontece nos próximos dias 23 e 24 de agosto, em Coroa Vermelha. Foto Divulgação

O planejamento de paisagens sustentáveis será um dos principais assuntos da 66ª reunião ordinária do Fórum Florestal do Extremo Sul da Bahia, que acontece nos próximos dias 23 e 24 de agosto, em Coroa Vermelha. O encontro contará com a presença de especialistas que abordarão temas de grande relevância para a sustentabilidade do território.

Entre as apresentações, destaca-se a palestra “Mosaicos Florestais Sustentáveis e Corredores de Biodiversidade, conceitos e relevância”, ministrada pela professora doutora Maria Otávia Crepaldi. De modo geral, o conceito de mosaico tem como objetivo reunir diferentes usos da terra – como plantações, agricultura e reservas naturais – de uma forma que atenda às necessidades econômicas e sociais, mantendo os serviços dos ecossistemas e a biodiversidade.

A pauta contemplará também apresentação dos técnicos Miguel Calmon e Marcelo Matsumoto, da ONG WRI – Word Resources Institute, que discorrerão sobre os Projetos VERENA, ROAM e sobre a plataforma para hospedagens de dados espaciais, resultados do Programa de monitoramento da cobertura vegetal e uso  da terra realizado a cada 3 anos pelo Fórum Florestal; da ONG Natureza Bela, com a proposta de emenda para curso de fortalecimento institucional; da Fibria, com o status da área ocupada por plantios de eucalipto nos municípios de Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri; e da Veracel, expondo os frutos do projeto de Observação de Aves. Além das propostas do Grupo de Trabalho – GT em relação ao Plano de Ação 2018-2023.

A reunião é aberta e será realizada na pousada Aldeia Portuguesa, com início às 13h30 no dia 23, e às 08h30 no dia 24.

O Fórum Florestal do Extremo Sul da Bahia é um espaço de diálogo entre a sociedade e empresas de silvicultura, aberto a outros setores do agronegócio, com objetivo de debater questões socioambientais do território.