O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz Cabrália, vereador Romali Pairana (PSD), vai acatar a recomendação do Ministério Público estadual  e suspender o aumento de salários dos 11 vereadores da cidade, considerado irregular pelo promotor de Justiça João Paulo de Carvalho.Com a decisão, os vereadores deverão voltar a receber osubsídio R$ 6.010,00. A prefeitura repassa mensalmente R$ 218.000,00 de duodécimo ao legislativo municipal que gasta em média R$ 115 mil com a Folha de Pagamento de pessoal, incluindo os 11 vereadores e 13 servidores.